• Ops! Seu carrinho de compras está vazio.
Pneus Fácil
  1. Como dirigir com cuidado na Chuva - Pneus Fácil

Como Dirigir com Cuidado na Chuva

Dirigir nas grandes cidades é sempre um desafio diário, com tantos carros, motos, semáforos, faixas exclusivas e radares para prestar a atenção, garantindo a própria segurança, a segurança dos vizinhos de trânsito e também sem infringir as leis vigentes. E dirigir na chuva, costuma ser uma preocupação a mais, já que tanta coisa muda sob condições chuvosas. A aderência é menor, a visibilidade fica prejudicada, fazendo com que dirigir torne-se uma atividade que requer atenção redobrada. Pensando em ajudar neste momento, criamos aqui algumas dicas para tornar esse momento mais fácil e tranquilo:

1. Durante a chuva mantenha uma distância de segurança do carro à frente: o recomendado é o equivalente a sete dos carros entre você e o veículo na sua frente, lembrando que quanto maior for a sua velocidade, maior deverá ser a distância para o carro da frente. É importante prestar atenção aos veículos que estão vindo atrás também, abrindo espaço para uma possível ultrapassagem, evitando que alguém fique colado na traseira do seu carro.

2. Prestar atenção aos outros condutores a seu redor é um fator muito importante, principalmente em condições climáticas desfavoráveis. Imaginar sempre que um condutor próximo possa não estar vendo o seu carro também é importante, sempre mantendo distância e agindo preventivamente.

Visibilidade na chuva

3. A visibilidade na chuva, é um aspecto muito importante. Deve-se tomar muito cuidado com os pedestres na rua, pois muitas vezes eles acreditam que os motoristas podem vê-los e que sabem quais são suas intenções, e tomam atitudes pensando nisso, como atravessar uma rua correndo, por exemplo. 

4. Durante as chuvas, redobrar a atenção para as placas, semáforos e agentes de trânsito.

5. Alguns veículos são equipados com Cruise Control (piloto automático). Durante trajetos com chuva, é recomendado evitar o uso deste equipamento, já que você pode precisar de cada milésimo do tempo de reação para uma situação de emergência, e o Cruise Control pode causar um atraso na troca de sua velocidade.

6. Recomendamos que nunca tente atravessar uma rua com nível alto de água, seja parada ou corrente, principalmente quando não souber qual é a profundidade da água. O risco de atravessar a água é sempre muito alto, e independente de quão grande seja a sua pressa, não vale o risco. Se o motor do carro aspirar água, o carro irá parar imediatamente, fazendo com que fique ilhado, correndo riscos diversos, como afogamentos, raios e doenças geralmente presentes nas águas de enchentes. Lembramos também que a maioria das seguradoras de carros não cobrem os danos causados por enchentes, que muitas vezes são responsáveis pela perda total de veículos, já que atingem motor e toda a parte elétrica, tornando financeiramente inviáveis os reparos.

Camionete dentro da agua

7.Se você precisar desacelerar durante chuva, esteja preparado para frear com cuidado, principalmente em veículos que não possuam freios ABS. A água da chuva reduz o atrito entre a pista e os pneus, correndo o risco de deslizar com as rodas travadas e perder a direção. Caso o carro seja equipado com freios ABS, lembre-se que poderá frear de forma mais brusca e sem travamentos de roda, mas não se assuste, pois o pedal sofrerá vibrações fortes, comum ao sistema. É importante considerar que todos seus movimentos, aceleração, curvas e frear vai ter uma redução de atrito comparado com pista seca.

8. Mantenha os faróis acesos até durante o dia, pois eles fazem com que seu veiculo seja visto por outros motoristas e também por pedestres. É importante lembrar, que independente da obrigatoriedade por lei dos faróis acesos em estradas, que em condições de chuva, os faróis sejam mantidos acesos também em trajetos urbanos. 

Veículo esportivo na chuva

9. Muito cuidado com motocicletas, pois durante chuvas as ruas ficam ainda mais perigosas para motos. Tenha muita atenção em dirigir próximo delas, se estiver com um outro tipo de veículo. Nunca mude de faixa sem olhar no retrovisor e sem ligar a seta, pois é um erro que pode ser fatal para um motociclista. A visibilidade do motociclista é reduzida durante a chuva devido à água voando diretamente na viseira do capacete.

10. Se você não está se sentindo seguro em dirigir na chuva, pare o carro com segurança no acostamento ou em algum local seguro, como um posto de combustível ou estacionamento. Muitas vezes a chuva cai tão forte que a visibilidade fica muito limitada, tornando o trajeto perigoso.

11. Dirija na velocidade igual ou inferior ao limite em que você se sente confortável, de forma compatível com a via e a intensidade da chuva, com segurança para realizar possíveis manobras e desviar de outros veículos.

12. Conheça bem os pneus do seu carro. A velocidade máxima em que você pode dirigir e as suas ações ao volante estão diretamente relacionadas com os seus pneus. Mesmo tendo pneus bons para chuva, a capacidade de aderência em piso molhado vai depender das condições de seu pneu e da manutenção correta dos mesmos e de seu veículo. O desgaste, calibragem e alinhamento fazem toda a diferença, principalmente em situações de maior exigência. 

13. Dirija perto da linha central sempre que possível. A maioria das estradas e avenidas são curvadas para que a água escorra para os bueiros e calçadas, fazendo com que o centro da via fique mais alto, e consequentemente, com menos poças e água acumulada, que causa a aquaplanagem. 

14. A aquaplanagem é a situação na qual o veículo se desloca e os pneus não têm nenhum ou muito pouco contato com o solo. Isso acontece quando a quantidade de água na pista é muito grande, e é criada uma lâmina de água entre o solo e o pneu. Se seu veículo estiver aquaplanando, é importante tirar o pé do acelerador e dirigir em linha reta sem realizar movimentos bruscos ou frenagens. Vale lembrar que quanto melhor estiver o seu pneu, menores sãos as chances de aquaplanagem, pois a drenagem da água será feita com mais eficiência.

Carro em pista com muita chuva